No Desportivo de Vialonga o desporto está ao serviço da integração social

25-08-2010 15:01

No Desportivo de Vialonga o desporto está ao serviço da integração social

 

O Grupo Desportivo de Vialonga oferece um largo leque de modalidades para a prática desportiva: futebol, futsal, hóquei em patins, patinagem artística, ginástica, kickboxing, karaté e natação. O objectivo é promover a educação e a integração social através da prática desportiva.

 

O Grupo Desportivo de Vialonga nasceu em 1952, fruto da iniciativa de um grupo de sócios maioritariamente do Belenenses, que manteve assim o azul nas cores do clube.

Edição de 25-02-2010 do Jornal O Mirante, disponivel no seguinte link: http://semanal.omirante.pt/index.asp?idEdicao=432&id=62325&idSeccao=6721&Action=noticia

A força impulsionadora do clube sempre foi o futebol sénior, mas em 2002 com a construção do Pavilhão Polidesportivo, a associação desportiva pode alargar a oferta aos jovens, fornecendo um leque alargado de modalidades, entre elas o futsal, o hóquei em patins, a patinagem artística, a ginástica, o kickboxing e o karaté, a que se junta também a natação. Neste momento, o clube já conta com cerca de 700 atletas.

“Apostámos muito no escalão de formação e em ter uma oferta diversificada que levasse a que muitos jovens se inscrevessem e praticassem desporto”, explica o presidente, Amílcar Carvalheiro, para quem a inauguração deste equipamento desportivo foi o ponto alto na carreira directiva. “É preciso ver que dantes Vialonga era só futebol e nem todas as pessoas gostam de futebol”, remata.

A aposta é feita na área desportiva, mas também na área social, num bairro historicamente problemático. “São muitos os jovens que já conseguimos cativar para o desporto e isso evita comportamentos desviantes e estilos de vida menos próprios”, explica o responsável, que diz também levar em linha de conta a educação. “Temos uma grande preocupação com a escolha dos monitores e dos treinadores. Queremos que a vertente desportiva seja complementada também por uma vertente educativa, por isso se os atletas não tiverem boas notas na escola são ‘castigados’ desportivamente. É preciso que percebam que por muito bons atletas que sejam, a escola não pode ficar para trás”, refere.

O Grupo Desportivo de Vialonga já conquistou bastantes títulos e medalhas, nomeadamente na patinagem artística, kickboxing e karaté, mas Amílcar Carvalheiro realça que “o objectivo não é formarmos campeões mas sim criar boas condições para a formação e prática desportiva destes atletas”.

Neste momento, o pavilhão desportivo encontra-se sobrelotado. Durante o dia o equipamento é utilizado pelo desporto escolar e durante a noite está ocupado com as diversas modalidades. Por isso mesmo, um dos maiores desejos do presidente é a construção de um novo equipamento, que permita alargar a prática desportiva a mais atletas e também a melhoria do campo de futebol.

“O sintético veio melhorar muito as condições e a qualidade dos treinos e jogos e permitiu a criação de uma escola de futebol, mas há ainda muito para fazer”, realça.

Voltar